Call Of Duty 3

Postado por Info Games 6 de jan de 2007


Para aqueles não familiarizados com a história de Call of Duty, vamos relembrar algumas coisas. Dessa vez, você não se encontrará em um ataque nas praias da Normandia, pois o jogador acostumado a games de guerra já deve ter visto essa cena mais vezes que o imaginável! Então a Activision foi esperta e mudou isso.

Dessa vez, Call of Duty 3 leva os jogadores a seguir as tropas Polonesas, Canadenses, Americanas e Britânicas para a batalha de Chambois, um dos mais necessários, para ser mais franco, ataques da 2ª guerra. Como jogador, você estará comandando cada um dos exércitos, missão por missão, trocando para cada uma das forças de ataque desses grupos, dando cabo das forças de resistência alemãs conhecidas como “Força Panzer”, a força de elite alemã da época. Pela primeira vez, Call of Duty 3 coloca os jogadores em múltiplos pontos de vista de uma mesma batalha, sendo que cada grupo (e missão) estará trabalhando com um objetivo principal. Isso significa que você ira mover à frente americana, depois a Força Armada polonesa, a 4ª Divisão Armada canadense e os Granadeiros e os britânicos para fechar o portão. São campanhas múltiplas, cada uma acontecendo simultaneamente, mas com um objetivo em comum.

Mas, chega da parte “single player” do jogo. Agora o desafio mora no verdadeiro campo de batalha multiplayer! Esqueça tudo o que você conhecia sobre o jogo Call of Duty. Com um novo desenvolvedor na equipe de produção, Call of Duty 3 preparou um novo paradigma para os jogadores. Com capacidade para até 24 jogadores, este game tem uma sensação bem mais profunda quando on-line.

Em Call of Duty 3, você irá ver velhos e novos modos de jogatina multiplayer. Team Battle, Capture the Flag, Single Flag Capture the Flag, uma versão revisada de Headquarters e um modo completamente novo conhecido como WAR! Os primeiros modos são auto-explicativos, o Team Battle funciona como uma batalha Death Match, e os modos baseados em Capture de Flag são como qualquer outro do estilo.

Sabemos que Capture the Flag é a quintessência do modo multiplayer, que simplesmente tinha que retornar! Um game desses sem Capture the Flag, não seria um game de shooter! E em Call of Duty 3, não é diferente. Os jogadores são divididos em dois times e cada um deve retornar a bandeira inimiga para sua base. Alguns detalhes lembram Halo, como o fato que o jogador que leva a bandeira fica desarmado pelo campo de batalha, porém em qualquer ponto, ele pode derrubar a bandeira, armando-se com sua arma anterior. O jogo tem retorno de toque, então qualquer um que queria se sacrificar correndo como um louco em direção à bandeira de seu time, basta tocá-la para devolver à base. É interessante o fato onde o carregador da bandeira pode utilizá-la como uma arma, estocando a ponta da haste no oponente, um ataque bastante letal por sinal. E, claro, aquele que está levando a bandeira aparece imediatamente no radar e corre mais lentamente enquanto a leva. O carregador da bandeira também não pode dirigir veículos, mas pode ser levado como passageiro em um veículo aliado, desde que conte com a coordenação de seu time.

Já o novo modo, War, traz uma jogabilidade mais frenética ao mundo da Call of Duty. Em War (guerra), os jogadores irão se dividir, mais uma vez, em dois times, dessa vez trabalhando para defender um ponto aleatório no mapa. É meio que uma mistura de “King of the Hill” de Halo 2 com o game Battlefield. Os jogadores apareceram no seu canto designado no mapa e correrão para o canto inimigo. Quando lá chegarem, o ponto se tornará neutro até que a sua bandeira seja levantada e o local capturado. Uma vez que o ponto é capturado, esse time trabalhará na segurança desse local até que destruir seus oponentes. Uma vez que o combate é focado em um ponto principal no mapa, o tiroteio é bem empolgante, tendo diversas funções como veículos de combate, material médico e artilharia aérea.

Durante as partidas multiplayer, os jogadores poderão operar tanques, motocicletas e veículos técnicos (como jipes com metralhadoras), cada um podendo levar parte de suas tropas para a batalha. Os tanques oferecem duas posições, incluindo o piloto (que é quem comanda o canhão principal) assim como um atirador adicional. Os veículos técnicos levam o motorista, um passageiro e o atirador e as motocicletas o piloto e um passageiro adicional num carrinho lateral.

Quando num veículo, os jogadores podem trocar de posições com um simples apertar de botão, eliminando aquele impacto insuportável de pular dentro e fora do veículo para encontrar a posição que você realmente queria. Além disso, cada jogador tem um ícone de veículo adicionado ao seu HUD (mostrador), indicando quais posições do veículo estão ocupadas e quais estão livres para troca. Mandar pilotos e passageiros dos veículos para os ares aparenta estar mais fácil que os demais games do gênero. Quando matando o piloto do jipe, por exemplo, o mesmo continua seu trajeto sem direção, e os passageiros sacudindo para todos os lados devem enviar um à frente para assumir o controle do mesmo, antes que o veículo caia num vão ou precipício fora da pista. Entrar com veículos é uma tarefa para jogadores experientes, pois sempre haverá um atirador de elite com sua “sniper”, esperando para dar o bote no motorista e poupar tempo para eliminar os demais combatentes do veículo. Esse é um dos detalhes que mostra que o multiplayer de Call of Duty 3 é bem mais balanceado, tornando-o justo e realista.

Além dos veículos, o jogo oferece classes de personagem, que adicional profundidade, equilíbrio e ainda mais diversão. Não importando se das forças aliadas ou inimigas, os jogadores podem selecionar uma dentre várias classes, incluindo rifleman, light assault, heavy assault, support, anti-armor, scout e medic. Novamente lembrando Battlefield, cada classe tem habilidades especiais que podem ser utilizadas não importando o modo que está sendo jogado. O rifleman, por exemplo, tem um lança-granadas anexado à suas metralhadoras. Enquanto light e heavy assauters podem utilizar minas para serem colocadas como uma defesa ao redor dos pontos de conquista. E para utilizar a habilidade relevante da sua classe, basta pressionar R1 no joystick de seu Playstation 3. Além dessas já demonstradas, mais estão sendo prometidas para o lançamento.

Call of Duty 3 tem potencial para ser “O” jogo on-line do fim de ano. Games como GRAW e Battlefield estão fazendo o possível para manter seu posto, mas quando olhamos para o potencial de Call of Duty 3, fica difícil imaginar uma forma desse jogo não pegar todos os fãs de shooter. A Treyarch fez um excelente trabalho com esse game que aparenta estar bastante sólido. E a versão para Playstation 3 está prometendo ainda mais integração, com o uso do voice-chat para partidas on-line.

O game tem tudo para ser um incrível jogo de shooter off e on-line, e esperamos ansiosamente por seu lançamento.

Bookmark e Compartilhe

Share/Save/Bookmark
Reações: 
0 comentários

Postar um comentário

Anunciantes

Arquivo do blog

Widget UsuárioCompulsivo

Top parceiros


Seja nosso parceiro

Adicione o nosso banner e envie
um e-mail para redecineplaneta@gmail.com

Seguidores