X-Men Origins: Wolverine

Postado por Info Games 19 de jan de 2009


Jogos baseados em super-heróis não são exatamente novidade, mas, ao contrário dos mais recentes filmes que têm como protagonistas seres fantásticos com poderes sobre-humanos, a qualidade desses games raramente esteve à altura da mitologia que cercam os personagens. Esse é o desafio que a Raven Software, que já tinha dado boas contribuições no gênero, com títulos como "X-Men Legends" e "Marvel: Ultimate Alliance", se propôs a superar.

A primeira vista, a produtora não tem do que reclamar da obra na qual está tomando como base. O longa-metragem "X-Men Origins: Wolverine" descende de uma franquia de sucesso: o primeiro filme dos "X-Men", lançado no ano 2000, se tornou um exemplo a ser seguido, e o resultado foram as inúmeras superproduções trazendo super-heróis, casos de "Homem-Aranha" e particularmente do mais recente "Batman", um monstro de bilheteria.

Dadas as características do protagonista, tido como um dos mais célebres heróis dos quadrinhos americanos, atormentando por um demônio interior e que não escolhe meios para atingir seus objetivos, a produtora enxergou que o combate precisava ser o elemento vital do jogo, e num nível de violência para fazer jus a um mutante com garras de metal indestrutível e instinto de predador.

Trata-se de uma fórmula que faz lembrar "God of War", grande sucesso da Sony, mas a Raven Software aponta outras influências: uma inusitada mistura entre "Devil May Cry", jogo de ação de combate "hardcore" da Capcom e "Super Smash Bros", título da Nintendo que abriga tanto jogadores casuais como entusiastas. Do primeiro parece vir a coreografia de luta fluida, rápida e cheia de estilo, mas a elegância de Dante dá lugar aos movimentos selvagens e mortais de Wolverine. De "Smash Bros." a produtora buscou a simplicidade, pois pretende que "X-Men Origins" possa ser jogado por pessoas que não tenham tanta experiência com games.

Não que os ases do joystick foram esquecidos. Esses são recompensados com movimentos mais elaborados, mais difíceis de realizar, que permitem lutar com mais eficiência. Fazer esses "combos" mais complexos e longos dá direito a mais experiência e pontos de habilidade, que permite melhorar as qualidades do personagem, como ter mais poder de ataque ou "comprar" novos movimentos especiais.

A violência é pesada. Tal e qual "Ninja Gaiden", há profusão de sangue e desmembramentos. O intuito, novamente, é ser fiel ao personagem, mesmo que, para isso, tenha que restringir a faixa etária - pelas características do jogo, deve receber o selo M nos Estados Unidos, ou seja, não recomendado para menores de 17 anos. Mas não são apenas os inimigos que se machucam: Wolverine é atacado impiedosamente e as consequências ficam marcadas nas roupas e na pele. Mas, obviamente, isso não dura muito. Embora um tiro de espingarda possa fazer um bom estrago no corpo do herói, os ferimentos são curados em pouco tempo, devido a sua habilidade mutante. Não é que Wolverine seja invencível. O game representa a cura rápida através de duas barras: a primeira é a proteção primária, que se recupera rapidamente, e a segunda, a energia vital, começa a regredir assim que a barra inicial se esvai e tem uma taxa de recuperação bem mais lenta.

Por fim, Wolverine também tem o instinto animal, que lhe permite enxergar inimigos e caminhos escondidos. Essa habilidade é usada também nas batalhas contra os chefes, como o protótipo do Sentinela, robôs gigantes que terão como objetivo lutar contra os mutantes. Nesse combate, Wolverine usa seu sentido sobre-humano para enxergar os pontos fracos da máquina de extermínio. Em determinados momentos, acontecem cenas de cinema interativas, como as de "God of War", em que o jogador precisa fazer uma determinada sequência de botões para que a ação - mostrada de forma cinematográfica - prossiga. Aliás, "X-Men Origins" aproxima as cenas de jogo com as não-interativas, fazendo com que a transição seja sem cortes, ao contrário do que acontece na maioria dos jogos.

Fonte

Bookmark e Compartilhe

Share/Save/Bookmark
Reações: 
0 comentários

Postar um comentário

Anunciantes

Arquivo do blog

Widget UsuárioCompulsivo

Top parceiros


Seja nosso parceiro

Adicione o nosso banner e envie
um e-mail para redecineplaneta@gmail.com

Seguidores