Pirates of the Caribbean: At World's End - XBOX 360

Postado por Info Games




É estranho imaginar que um "blockbuster" da magnitude de "Piratas do Caribe" ainda não tivesse nenhum jogo baseado diretamente num dos episódios do filme (com exceção de "O Baú da Morte", que saiu apenas para videogames portáteis). Mas, com o terceiro longa-metragem, a Disney Interactive foi à forra, lançando títulos para todos os principais consoles e portáteis, além do PC.

Mas o que não muda mesmo é a tradição (ou seria maldição?) de games baseados em filmes ou desenhos terem qualidade discutível. "Pirates of the Caribbean: At World's End" até capricha na produção, mas conteúdo, que é o que importa, está aquém do desejado, sem inspiração. Tenta até criar um estilo "pirata" de lutar, mas não sai do campo das boas intenções.

Águas que já foram navegadas

"Pirates of the Caribbean: At World's End" é um jogo de ação e aventura, cujo principal elemento são os combates. Mas o título traz várias mecânicas, como minigames e seqüências de demonstração interativas, em que o sucesso depende de pressionar rapidamente os botões que aparecem na tela.

O enredo é praticamente o mesmo do filme e traz também um de seus maiores defeitos, que é contar a história presumindo que o espectador/jogador já tenha visto o segundo episódio. Ou seja, os fatos narrados acontecem logo depois de "O Baú da Morte" e gira em torno da busca pelo coração de Davy Jones, sem o qual o protagonista Jack Sparrow acabará tendo que se juntar ao bando do pirata-molusco.

Aliás, se você ainda não viu o terceiro filme, melhor fazê-lo antes de jogar, pois o game revela alguns lances da história.

O game começa promissor, trazendo gráficos competentes, personagens que se assemelham aos astros do cinema, como Johnny Depp e Keira Knightley (ainda que com um ar meio bizarro, mas, por outro lado, isso ressalta as qualidades de Davy Jones), dublagens decentes e boas doses de ação.

Mesclando lutas, missões primárias e secundárias, e eventos de demonstração interativa, que são "cenas de cinema" cujo sucesso depende do jogador pressionar botões ou mexer o direcional conforme aparece na tela, a primeira fase dá uma amostra do que o jogador vai encontrar pela frente. A má notícia é que, depois disso, quase não aparecem mais novidades.

Lutando à toa

A parte mais maçante são as lutas contra inimigos comuns. Isso representa a maior parte do game e enjoa rápido, pois os personagens possuem poucos golpes e os combates são meio travados. Os oponentes se defendem com freqüência e é difícil prever o golpe, pois varia conforme a distância até o alvo. Assim, a dificuldade não é fruto da "inteligência" dos inimigos, mas da ineficiência dos controles.

A impressão é que se quer forçar a utilização do sistema de esquiva, e assim reproduzir seqüências de luta como as do filme, fazendo os oponentes caírem dentro de um barril com água, serem atirados em fogueiras, se atacarem uns aos outros ou simplesmente darem de cara contra uma parede. De fato, assim, os adversários são eliminados mais rapidamente (ou, ao menos, ficam fora de combate por alguns instantes). Mas nem todas as áreas possuem armadilhas assim, e, nesse caso, você é obrigado a lutar normalmente. Quanto mais você variar as formas de combater, mais ganhará notoriedade. Apesar do marketing em torno desta funcionalidade, a pontuação não serve para muita coisa, com exceção da edição para Xbox 360, na qual os pontos são registrados no ranking mundial.

Há situações em que o combate é tête-à-tête, podendo se deslocar apenas em um eixo. Nesse caso, o oponente é ainda mais defensivo, e, por isso, é preciso explorar outras táticas. Mas uma vez descoberto o "esquema", tudo volta a ficar repetitivo. Esse tipo de combate é quase regra contra os chefes, que também mesclam interações com o cenário (como derrubar caixas) e demos interativos à la "God of War", mas sem a empolgação deste.

As fases contam com diversos tipos de missões, como eliminar os oponentes de forma sorrateira, retirar cartazes de "procurado", fazer propostas indecorosas para damas, vencer minigames, e conseguir determinadas quantidades de itens e golpes seqüenciais. Naturalmente, no caso do Xbox 360, as tarefas também servem para liberar conquistas. Apesar do esforço para variar a ação, esses objetivos são simples e em geral óbvios, sem muito valor. Novos golpes, personagens, modalidades e extras são liberados ao passar de fases. Quanto mais objetivos cumprir, melhores as recompensas.

Quase um 'blockbuster'

Em termos de produção gráfica, a melhor edição é a para Xbox 360, que combina o visual mais fiel ao filme original, contornos suaves e excelente desempenho. Já a versão para PlayStation 3 é mais "áspera" (está sem anti-aliasing, numa linguagem técnica), mas o pior é o fluxo de tela, que tropeça a torto e direito.

Já no Wii, PlayStation 2 e PSP, obviamente, a arte não é tão refinada, devido à menor resolução e capacidade dessas máquinas, mas, diante das limitações, estão um pouco acima da média. É meio grosseiro em alguns cenários, mas, no geral, seguram bem a onda, principalmente no que diz questão aos personagens. A qualidade da versão PC depende da configuração da máquina, mas, em geral, fica num meio termo entre os videogames de nova e antiga geração.

A trilha sonora aproveita as composições da obra original, que, sendo uma superprodução, reflete tal qualidade no game. Os astros do filme não emprestaram suas vozes para o jogo, mas os dubladores substitutos conseguem captar as atuações dos personagens, sem grandes perdas no resultado final.

Pirates of the Caribbean: At World's End - XBOX 360

Postado por Info Games

É estranho imaginar que um "blockbuster" da magnitude de "Piratas do Caribe" ainda não tivesse nenhum jogo baseado diretamente num dos episódios do filme (com exceção de "O Baú da Morte", que saiu apenas para videogames portáteis). Mas, com o terceiro longa-metragem, a Disney Interactive foi à forra, lançando títulos para todos os principais consoles e portáteis, além do PC.

Mas o que não muda mesmo é a tradição (ou seria maldição?) de games baseados em filmes ou desenhos terem qualidade discutível. "Pirates of the Caribbean: At World's End" até capricha na produção, mas conteúdo, que é o que importa, está aquém do desejado, sem inspiração. Tenta até criar um estilo "pirata" de lutar, mas não sai do campo das boas intenções.

Águas que já foram navegadas

"Pirates of the Caribbean: At World's End" é um jogo de ação e aventura, cujo principal elemento são os combates. Mas o título traz várias mecânicas, como minigames e seqüências de demonstração interativas, em que o sucesso depende de pressionar rapidamente os botões que aparecem na tela.

O enredo é praticamente o mesmo do filme e traz também um de seus maiores defeitos, que é contar a história presumindo que o espectador/jogador já tenha visto o segundo episódio. Ou seja, os fatos narrados acontecem logo depois de "O Baú da Morte" e gira em torno da busca pelo coração de Davy Jones, sem o qual o protagonista Jack Sparrow acabará tendo que se juntar ao bando do pirata-molusco.

Aliás, se você ainda não viu o terceiro filme, melhor fazê-lo antes de jogar, pois o game revela alguns lances da história.

O game começa promissor, trazendo gráficos competentes, personagens que se assemelham aos astros do cinema, como Johnny Depp e Keira Knightley (ainda que com um ar meio bizarro, mas, por outro lado, isso ressalta as qualidades de Davy Jones), dublagens decentes e boas doses de ação.

Mesclando lutas, missões primárias e secundárias, e eventos de demonstração interativa, que são "cenas de cinema" cujo sucesso depende do jogador pressionar botões ou mexer o direcional conforme aparece na tela, a primeira fase dá uma amostra do que o jogador vai encontrar pela frente. A má notícia é que, depois disso, quase não aparecem mais novidades.

Lutando à toa

A parte mais maçante são as lutas contra inimigos comuns. Isso representa a maior parte do game e enjoa rápido, pois os personagens possuem poucos golpes e os combates são meio travados. Os oponentes se defendem com freqüência e é difícil prever o golpe, pois varia conforme a distância até o alvo. Assim, a dificuldade não é fruto da "inteligência" dos inimigos, mas da ineficiência dos controles.

A impressão é que se quer forçar a utilização do sistema de esquiva, e assim reproduzir seqüências de luta como as do filme, fazendo os oponentes caírem dentro de um barril com água, serem atirados em fogueiras, se atacarem uns aos outros ou simplesmente darem de cara contra uma parede. De fato, assim, os adversários são eliminados mais rapidamente (ou, ao menos, ficam fora de combate por alguns instantes). Mas nem todas as áreas possuem armadilhas assim, e, nesse caso, você é obrigado a lutar normalmente. Quanto mais você variar as formas de combater, mais ganhará notoriedade. Apesar do marketing em torno desta funcionalidade, a pontuação não serve para muita coisa, com exceção da edição para Xbox 360, na qual os pontos são registrados no ranking mundial.

Há situações em que o combate é tête-à-tête, podendo se deslocar apenas em um eixo. Nesse caso, o oponente é ainda mais defensivo, e, por isso, é preciso explorar outras táticas. Mas uma vez descoberto o "esquema", tudo volta a ficar repetitivo. Esse tipo de combate é quase regra contra os chefes, que também mesclam interações com o cenário (como derrubar caixas) e demos interativos à la "God of War", mas sem a empolgação deste.

As fases contam com diversos tipos de missões, como eliminar os oponentes de forma sorrateira, retirar cartazes de "procurado", fazer propostas indecorosas para damas, vencer minigames, e conseguir determinadas quantidades de itens e golpes seqüenciais. Naturalmente, no caso do Xbox 360, as tarefas também servem para liberar conquistas. Apesar do esforço para variar a ação, esses objetivos são simples e em geral óbvios, sem muito valor. Novos golpes, personagens, modalidades e extras são liberados ao passar de fases. Quanto mais objetivos cumprir, melhores as recompensas.

Quase um 'blockbuster'

Em termos de produção gráfica, a melhor edição é a para Xbox 360, que combina o visual mais fiel ao filme original, contornos suaves e excelente desempenho. Já a versão para PlayStation 3 é mais "áspera" (está sem anti-aliasing, numa linguagem técnica), mas o pior é o fluxo de tela, que tropeça a torto e direito.

Já no Wii, PlayStation 2 e PSP, obviamente, a arte não é tão refinada, devido à menor resolução e capacidade dessas máquinas, mas, diante das limitações, estão um pouco acima da média. É meio grosseiro em alguns cenários, mas, no geral, seguram bem a onda, principalmente no que diz questão aos personagens. A qualidade da versão PC depende da configuração da máquina, mas, em geral, fica num meio termo entre os videogames de nova e antiga geração.

A trilha sonora aproveita as composições da obra original, que, sendo uma superprodução, reflete tal qualidade no game. Os astros do filme não emprestaram suas vozes para o jogo, mas os dubladores substitutos conseguem captar as atuações dos personagens, sem grandes perdas no resultado final.

PlayStation 3 de 80 GB não deverá sair na Europa

Postado por paulo araujo

PlayStation 3 de 80 GB não deverá sair na Europa

Sol - Lisboa,Portugal

As primeiras informações do lançamento surgiram em comunicado da sucursal coreana da Sony que anunciava que esta PlayStation estará no mercado a 16 de Junho ...

Veja todos os artigos sobre este tópico

Aceita o Desafio Control e ganha uma PS3

Destak Diário - Carnaxide,Brazil

Os vencedores recebem dez Playstation 3, entregues em duas fases do concurso. As primeiras 5 serão ganhas pelas 5 frases mais votadas até às 12h de 11 de ...

Veja todos os artigos sobre este tópico

Xbox alteradas fora do Xbox Live

Postado por paulo araujo

Xbox alteradas fora do Xbox Live

Sol - Lisboa,Portugal

As principais razoes para a alteração da Xbox 360 é evitar a protecção regional, que apenas permite aceder a conteúdos e jogos de uma certa zona ea ...

Veja todos os artigos sobre este tópico

Antes, o gamer brasileiro quase só tinha PC para jogar legalmente ...

Link - São Paulo,SP,Brazil

Mas, uma vez que esta safra (composta pelo Wii, da Nintendo, o PlayStation 3, da Sony, eo Xbox 360, da Microsoft) chega ao mercado, qual é a melhor ...

Veja todos os artigos sobre este tópico

Multiplataformas - GTA IV cada vez mais próximo!

Postado por paulo araujo

Multiplataformas - GTA IV cada vez mais próximo!

Gamerstek.com - Lisboa,Lisboa,Portugal

... diferença pessoal à parte do modo single-player com possibilidades interessantes. Grand Theft Auto IV sai a dia 16 de Outubro para a Xbox360 e para a PS3.

Veja todos os artigos sobre este tópico

Jogo PS2 Winning Eleven - Pro Evolution Soccer 2007

Postado por paulo araujo




Jogo PS2 Winning Eleven - Pro Evolution Soccer 2007


O game de futebol n° 1 do mundo

Está de volta o jogo considerado número 1 e mais vendido da série de games de futebol com novas jogadas e mais times internacionais. Vá para o campo e experimente a realidade do jogo, aja rapidamente e domine seu time favorito com o detalhado Master League Mode.

Com novos modos no Playstation 2 e PSP (PlayStation Portable) e inaugurando no XBox 360 e Nintendo DS, o Winning Eleven: Pro Evolution Soccer 2007 está maior e melhor! Com suporte total on-line, os jogadores ao redor do mundo podem estar lado-a-lado e descobrir quem tem a maior habilidade no melhor game de futebol do mundo.


Descrição

O game de futebol n° 1 do mundo

Está de volta o jogo considerado número 1 e mais vendido da série de games de futebol com novas jogadas e mais times internacionais. Vá para o campo e experimente a realidade do jogo, aja rapidamente e domine seu time favorito com o detalhado Master League Mode.

Com novos modos no Playstation 2 e PSP (PlayStation Portable) e inaugurando no XBox 360 e Nintendo DS, o Winning Eleven: Pro Evolution Soccer 2007 está maior e melhor! Com suporte total on-line, os jogadores ao redor do mundo podem estar lado-a-lado e descobrir quem tem a maior habilidade no melhor game de futebol do mundo.

Campeão de Vendas
O Winning Eleven: Pro Evolution Soccer 2007 é o jogo n° 1 para críticos e fãs.
É o campeão de vendas no mundo.

Características
Movimentos e imagens gráficas trazem a naturalidade do jogo para dentro de casa.
Jogo em nova ligas profissionais com clubes famosos inclusive o Manchester United.
Jogue como se fosse um dos melhores jogadores de futebol do mundo.
Negocie jogadores à medida que se desenvolvem, ficam mais velhos e se aposentam em uma das várias temporadas da Master League Mode.
Pela primeira vez no Xbox 360 e Nintendo DS.
Conecte seu PlayStation2 e PSP para trocar informações do jogo


Dados Técnicos Jogo PS2 Winning Eleven - Pro Evolution Soccer 2007

Requisitos do sistema

Playstation 2
Memory card para gravar as telas do jogo

Plataforma: Playstation 2
Idade: Livre
Media: DVD
Garantia: 90 dias para Defeitos na Mídia
Para mais informações ou dúvidas sobre o produto ligue para: (11) 6236 1157 Ramal 114 ou 108

Dicas do Jogos- Jogo PS2 Winning Eleven - Pro Evolution Soccer 2007

Atenção:
Uma pequena percentagem de indivíduos pode ter problemas epiléticos quando expostos a certos padrões de luz, ou luzes que piscam. A exposição a certos padrões ou imagens em uma televisão pode induzir estas pessoas a estes ataques epiléticos. Estas pessoas podem apresentar sintomas epiléticos mesmo que nunca tenham tido problemas anteriores. Se você, ou qualquer um em sua família tiver problemas epiléticos, consulte um médico antes de jogar. Se você sentir qualquer um destes sintomas enquanto joga - tontura, visão alterada, movimentos involuntários do olho, perda de consciência, desorientação, qualquer movimento involuntário ou convulsões - imediatamente pare de jogar e consulte um médico antes de retornar ao uso.

Jogo PC Command & Conquer 3: Tiberium Wars Electronic Arts

Postado por paulo araujo




Jogo PC Command & Conquer 3: Tiberium Wars Electronic Arts

Março de 2047. Uma gigantesca explosão nuclear nos céus noturnos marca o dramático início da Terceira Guerra do Tiberium, e também o aguardado retorno de uma das mais revolucionárias séries de jogo...

Março de 2047. Uma gigantesca explosão nuclear nos céus noturnos marca o dramático início da Terceira Guerra do Tiberium, e também o aguardado retorno de uma das mais revolucionárias séries de jogos RTS (Real Time Strategy, jogo de Estratégia em Tempo Real) de todos os tempos.

A aclamada série Command & Conquer volta aos computadores em Command & Conquer 3 - Tiberium Wars. Mais uma vez definindo os padrões para o futuro do gênero RTS, C&C 3 leva os jogadores de volta ao início de tudo: o universo da série Tiberium.

Em 2047 o Tiberium cobre a superfície da Terra, que agora é dividida em Zonas baseadas em seu nível de contaminação pela substância cristalina. As Zonas Azuis, regiões relativamente livres da contaminação, ocupam apenas 20% da superfície terrestre e representam os últimos refúgios do mundo civilizado. As Zonas Amarelas são constituídas de áreas parcialmente habitáveis e correspondem a 50% da superfície do planeta.

A maioria da população terrestre vive nessas áreas devastadas por guerras e extrema degradação ambiental. Os 30% restantes do planeta são inabitáveis para todas as formas de vida conhecidas, um deserto de Tiberium varrido constantemente por violentas Tempestades de Íons. As Zonas Vermelhas há muito deixaram de se parecer com outras regiões da Terra, lembrando a superfície de um planeta extraterrestre.

E é nesse mundo à beira da destruição que o infame Kane retorna para liderar a Irmandade de Nod em um ataque direto de proporções globais contra a GDI e as poucas Zonas Azuis ainda restantes no planeta. Só você pode detê-lo. O destino da humanidade, e do planeta, está em suas mãos.

Com gráficos de última geração, um enredo épico apresentado através de seqüências de vídeo real e a jogabilidade rápida que é marca registrada da série C&C, C&C 3 define os padrões para o futuro da experiência de um jogador em jogos RTS.

E quando você decidir testar suas habilidades on-line, um novo conjunto de recursos realmente inovadores, como a habilidade de transformar suas batalhas em um verdadeiro esporte virtual, será revelado.

Bem-vindo de volta, Comandante.

Rápido, Fluido, Divertido
A jogabilidade rápida e intensa, uma marca registrada da série C&C, está de volta e melhor do que nunca, colocando todo o seu arsenal na ponta de seus dedos de forma intuitiva.

Requisitos do sistema
# Windows XP / Windows Vista
# Processador de 2.0 GHz ou superior
# 512MB de RAM ou superior
# DVD-ROM de 8X ou mais rápido
# 8GB de espaço livre em disco rígido
# Placa de som compatível com DirectX 9.0c

Requer placa de vídeo de 64MB (ou superior) compatível com DirectX 9.0c usando os seguintes chipsets:
ATI 8500 ou superior, NVIDIA GeForce4 ou superior.

Requer conexão de internet banda larga para jogos Multiplayer

Plataforma: PC
Idioma do jogo: Inglês
Idioma do manual: Português
Idade: A partir de 12 ano(s)
Media: DVD
Garantia: 12 Meses
Para mais informações ou dúvidas sobre o produto ligue para: (11) 5506 0232


Mais de 30 Missões para Um Jogador
Em um vasto teatro de operações, onde cada decisão do jogador influencia o avanço da guerra, você participará de uma história épico, vista a partir da perspectiva única de cada uma das três facções envolvidas.

Experimente um Jogo RTS como um Esporte
Assista, transmita e participe de emocionantes batalhas on-line repletas de inovações, incluindo os novos modos de espectador interativo, comunicação em voz sobre IP, comentários do jogador e muito mais.

Um Enredo Diferente de Tudo o que Você Já Viu
Seqüências de vídeo em alta definição filmadas com a participação de um elenco único amarram um enredo épico, diferente de tudo o que você já viu em um jogo RTS.

Inteligência Artificial Adaptável
A Inteligência Artificial do jogo se adapta ao seu estilo de combate. Escolha o tipo de inimigo que gostaria de enfrentar, com estilos de combate distintos como ataques relâmpago ou construção de grandes exércitos antes da batalha. Ou aceite o desafio e deixe que a IA use suas próprias táticas para oferecer a você o mais alto nível de desafio.

Novas Formas de Combate
Surpreenda seu inimigo construindo fortalezas voadoras, liberando o poder destrutivo de terríveis Tempestades de Íons e combinando as diferentes unidades de seu exército para formar Super-Unidades inéditas.

A Tecnologia Traz o Mundo do Jogo à Vida
Surpreenda-se com o reflexo da luz do sol na superfície da água e espante-se ao fazer voar estilhaços de unidades inimigas e estruturas durante os combates. Experimente uma nova dimensão de jogo enquanto o campo de batalha ganha vida com animações de fumaça, fogo, neblina, disparos, explosões e efeitos.

Atenção:
Uma pequena percentagem de indivíduos pode ter problemas epiléticos quando expostos a certos padrões de luz, ou luzes que piscam. A exposição a certos padrões ou imagens em uma televisão pode induzir estas pessoas a estes ataques epiléticos. Estas pessoas podem apresentar sintomas epiléticos mesmo que nunca tenham tido problemas anteriores. Se você, ou qualquer um em sua família tiver problemas epiléticos, consulte um médico antes de jogar. Se você sentir qualquer um destes sintomas enquanto joga - tontura, visão alterada, movimentos involuntários do olho, perda de consciência, desorientação, qualquer movimento involuntário ou convulsões - imediatamente pare de jogar e consulte um médico antes de retornar ao uso.

WM6 : HTC (Dopod) et E-Ten (M700, X500 FR) publient leurs mises à ...

Postado por paulo araujo

WM6 : HTC (Dopod) et E-Ten (M700, X500 FR) publient leurs mises à ...

Mobinaute - Paris,France

Deux constructeurs taïwanais de terminaux sous Windows Mobile - E-Ten et HTC - ont récemment publié leurs premières mises à jour pour des terminaux ...

Afficher tous les articles sur ce sujet

El PP gana por ahora la batalla del Youtube al PSOE

Postado por paulo araujo

El PP gana por ahora la batalla del Youtube al PSOE

Bottup - Madrid,Madrid,Spain

Este es el vídeo de su spot oficial de campaña, aunque navegando por su espacio en Youtube.com, podemos encontrar las ya famosas piezas de apoyo a su ...

Ver todos los artículos sobre este tema

El Pentágono inventó el problema de los soldados con Youtube

The Inquirer - UK

Los mandamases del ejército estadounidense prohibieron Youtube, MySpace y otros once sitios web, algunos de los cuales estaban siendo utilizados por los ...

Ver todos los artículos sobre este tema

«Arrasando» en «Youtube»

ABC Valencia - Comunidad Valenciana,Spain

Pla ha entrado de lleno el buscador de internet «Youtube.com» por un gazapo verbal en el debate de Canal 9 sobre las elecciones. ...

Ver todos los artículos sobre este tema

27-M. EL PSOE CUELGA EN YOUTUBE LOS VÍDEOS DE SUS CANDIDATOS

Discapnet (Comunicados de prensa) - Madrid,Spain

El PSOE ha colgado en el portal de Internet Youtube los vídeos de sus candidatos a las elecciones autonómicas del próximo día 27, y también los de los ...

Ver todos los artículos sobre este tema

Anunciantes

Arquivo do blog

Widget UsuárioCompulsivo

Top parceiros


Seja nosso parceiro

Adicione o nosso banner e envie
um e-mail para redecineplaneta@gmail.com

Seguidores